Vazou no whatsapp vídeo caseiro gostosa buceta grande metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa do seu namorado do rio de janeiro

1 min 42 seg

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

1 min 42 seg

Categoria:

Tag: , , ,

Vazou no whatsapp vídeo caseiro gostosa buceta grande metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa do seu namorado do rio de janeiro

Vazou no whatsapp vídeo caseiro gostosa buceta grande metendo gostoso na buceta dessa rabuda bem deliciosa do seu namorado do rio de janeiro

ASSIM QUE NOS VIMOS SÓS A VANIA FECHOU A CASA FOMOS PRA MINHA SUITE E ELA LIGOU PARA O NAMORADO. Um safado que fode com vontade, mete o pau grande fundo, chupa uma buceta até fazer gozar, preenchendo os outros buracos com os dedos. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

Nos limpamos e fomos embora, peguei minha moto e fui pra casa, entrei no banheiro e fui pro banho,antes de entrar no chuveiro eu assisti o video da gozada na minha cara, nunca tinha sentido tanto tesão na minha vida me vendo ali mamando e tomando leitinho, me senti um ator porno, so que 10 a 0 nesses cara dos filmes, gozei muito, foram vários jatos na parede com 4 dedos no cu, depois apaguei o video de medo, mas as fiquei com vontade de fazer mais. Depois de uma gozada gostosa continuamos tomando o vinho pelados dentro da piscina, e com certeza o segurança estava vendo tudo pois ele continuava passando lá.

Que boca macia!! Que pegada!! O beijo dele era perfeito, molhadinho gostoso e o jeito como chupava minha língua era delicioso.

Daniel: quer fazer um acordo né?Eu: sim"Mais um dia de labuta na cidade do Rio de Janeiro. Pus a mão sobre seu colo e senti uma rola deliciosa, acariciei até a chegada ao hotel, descemos e pegamos a chave e subimos, pedimos umas bebidas e ficamos batendo um papo até relaxarmos, me aproximei e peguei em seu pau e fiquei alisando até que ficou muito duro, tirei sua bermuda e cueca e pude ver um mastro lindo, reto, apontado para cima e com uns 18cm.

Olá meu nome é Jorge(Nomes trocados pra proteger identidade) sou negro,tenho 1,69 tenho 18 anos,tenho 18cm de pica,chega de apresentação, tudo começou na escola com meu professor de História, Leandro,um homem novo, sarado,gostoso,olhos castanhos,deixava todas as meninas da sala excitada,e a mim também, eu sempre tava um jeito de sair por último da sala pra ficar só com ele,e sempre soltava uma piadinha pra ele saber que eu tava afim dele,certo dia pra meu azar(ou sorte) fiquei ate muito tarde no colégio e o ônibus que levava a gente pra casa já tinha saido,e estava sem dinheiro de transporte pra pegar um ônibus,e do lado de fora do portão vejo uma mão me chamando pra sair da escola,era ele,me ofereceu uma carona,aceitei e entrei no carro dele,conversamos bastante sobre suas aulas,até que o assunto mudou pra sexo,ele me perguntou se tinha alguma aluna que eu já tinha ficado, respondi a ele que não curto muito mulheres,ele ficou em silêncio por um tempo, depois me perguntou se tinha algum professor que eu pegaria,fiquei calado por a resposta seria ele,ele repetiu a pergunta, eu falei que era ele,ele me olhou e ficou em silêncio, e disse tem alguma coisa pra fazer em casa? Respondi que não,ele falou então vou te levar em um lugar algum problema? Respondi que não e ele me levou pra sua casa, chegando lá ele mandou eu sentar,me ofereceu bebida e foi tomar banho,e voltou só de toalha, e assim ficou o tempo todo,bebemos e ele me perguntou se gostava de tatuagem, disse que de algumas,então ele tirou a toalha e ficou nu na minha frente me mostrando a tatuagem que tinha na virilha, fiquei sem ação em vê aquele homem que sempre desejei nu em minha frente,ele já estava de pau duro como rocha e não aguentei e botei em minha boca,era muito grande e grosso mau cabia em minha boca,mas me esforcei o maximo pra engolir aquele pau,ele me deitou no sofá tirou minha roupa,e começou a chupar meu cuzinho,lembia tudo e eu gemia feito louco sempre sonhei com aquele momento, então fizemos um 69 delicioso,ate que pedir pra ele meter aquele pauzao no meu cuzinho,ele me botou de 4 e foi colocando a cabeça do pau era muito grande,doeu bastante, então ele foi metendo e me masturbando pra aliviar a dor,e quando abriu meu cu,ele empurrou de vez,foi uma dor grande,e um tesão maior ainda,ele foi metendo devagar e assim a dor foi passando,ele começou a bombar mas forte,e eu gemia bem alto,e ele metendo bem forte e rápido e batendo em minha bunda,então ele me virou de frango assado e foi metendo e a vontade de gozar foi chegando então ele começou a masturba e eu gozei ele me comendo então achei q ele iria parar,mas não eu não aguentava mas e ele me botou de lado e começou a bombar e eu gemendo feito doido e já chorando de não aguentar mais aquela pica,então ele tirou a pica do meu cu e gozou em minha cara,tomei banho e ele me levou embora pra casa.

comMande fotos ela vai adorar, e quem sabe vc não está no próximo conto! mande presentes para ela, no caso ela gratifica com fotos usando o presente + nosso whatsapp. Olhou em meus olhos e me disse :"Oi meninas, a Ana de Campo Grande acompanha o site www.

Talvez por isso sempre tive desejo em um dos caseiros da fazenda da minha familia. depois que parou de xupar disse agora chega, eu com a maior cara de piedade do mundo pedia pra que ela me deixasse xupar sua bocetinha só um pouco, carina dessa vez já não fez tanto doce, baixou a bermuda jeans que usava e em segundos eu estava novamente ajoelhado ao seua pés só que agora minha lingua furava sua bocetinha xeirosa e acariciava seu grelinho gostoso, todo cor de rosa, ela não se conteve e com dois dedos abriu sua bocetinha pra mim expondo aquele grelo rosado e pequeno, maravilhoso, em poucos minutos carina começou a dizer que não estava aguentando e que iria gozar, pra não acabar o clima parei de xupar sua xana e comecei beijando suas coxas roliças e gostosas, que pra mim só perde pras coxas de minha esposa.

A buceta estava entalada com a pica do frade.