Putaria liberada branquinha buceta grande carimbando buceta na rola para corno – joão pessoa – pb

29 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

29 seg

Categoria:

Tag:

Putaria liberada branquinha buceta grande carimbando buceta na rola para corno – joão pessoa – pb

Putaria liberada branquinha buceta grande carimbando buceta na rola para corno – joão pessoa – pb

AQUELE CORNO NAO LIGA VOU DA AGORA PRA VC SEMPRE E EU FALEI VOU GOZAR ELA AGORA NÃO E TIROU MINHA PICA DA BUCETA E PEDIU PARA EU METER NO CUZINHO DELA ASSIM FIZ METI DE VEZ ELA GRITOU E FALOU PEGA NA MINHA BUCETA EU PEGUEI E SOQUEI NO CUZINHO E GRITEI VOU GOZAR CARALHO…ELA GOZA PORRA NO MEU CU GOZA MEU MACHO NO MEU RABO GOZA NO CU DA SUA VIZINHA ERA ISSO QUE VOCÊ QUERIA ENTÃO TOMA E REBOLAVA DAQULE JEITO E EU NAO AGUENTANDO MAIS GOZEI ENCHENDO O RABO GOSTOSO DAQUELA MORENA CARENTE DE PICA CARINHO ENCHEI O RABO DELA QUE CHEGOU A DERRAMAR…. ”– “Ah, não, nem vem… Isso está cheirando a putaria.

Ele já era corno sem saber, pois Gisele amava seu irmão e tinha um caso com Rafer, um homem bem mais velho que ela e chefe de seu irmãozinho Guto. Joao, ainda socava em mim, quando Carlos foi por banho.

Era umas 10h levantei e fui buscar água e passei primeiro perto de Marcelinha, uma verdadeira Princesa, branquinha, parecia que foi criada no leite, cabelo longo com uma cor meio amarelada, tipo mel, magrinha, rosto lindo, peitinho tamanho “M”, que delicia, cheirosa.

Enfiei a língua em sua buceta e chupei ela de quatro, beijei e chupei muito sua bunda que era linda demais!! Tinha uma bunda grande e redonda, dura, lisinha, assim como suas coxas grossas e firmes e as pernas, a bucetinha e o cuzinho também estavam depiladinhos e eu lambia entre suas nádegas, passava a língua na extensão de seu reguinho, da bunda até o grelinho duro e grande, ela estava muito melada e por estar bem depiladinha seu mel grudava em suas pernas pelo lado interno já quer eram coxas bem grossas.

sexo com a professora salvo uma de minha notas"Não vejo a hora de ser liberada novamente.

Uma tora tão grande que quase não cabia na minha boca, mas que mesmo assim eu fazia força para engolir todinha.

– Deve ser o pessoal que mudou para o 604.