Porno amador universitarias buceta grande pica na buceta dando para marido de porto seguro – bh

2 min

Categoria:

Tag:

visualizações

2 min

Categoria:

Tag:

Porno amador universitarias buceta grande pica na buceta dando para marido de porto seguro – bh

Porno amador universitarias buceta grande pica na buceta dando para marido de porto seguro – bh

Estava de bobeira em casa uma certa tarde de chuva, sem nada para fazer e para completar a luz havia acabado, quando meu amigo o coroa de outros contos, me ligou perguntando se eu estava em casa e se poderia falar com ele na portaria, disse que sim e fui espera-lo, quando ele chegou estava trazendo seu PC para eu dar uma olhada pois estava lento, quando me viu, só de shorte de nylon, aqueles que a cueca é junto, e sem camisa, ele esqueceu o que tinha ido fazer e pediu para eu entrar no carro, dizendo que já estava com tesão só de olhar para mim, entrei no carona e como ele havia estacionado bem em baixo de uma amendoeira onde não dava para ninguém nos ver, eu sentei e fiz de uma forma que ele pudesse ver que estou sem cuecas, o coroa ficou tarado, colocou minha mão por cima de sua calça para sentir a pressão do caralho, falei que devia estar cheio de leite a ponto de explodir, ele então pediu para eu fechar a porta que nós iriamos dar uma volta até o Aeroporto, que ele sabia de um caminho que muita gente não sabe, ele então foi na direção do aeroporto e entro numa rua bem estreita que dava para o matagal, colocou o pau para fota e pediu para eu pegar, então eu apertei, alisei e fui me abaixando dando beijos e lambidas na cabeça do seu caralho, e fui colocando por inteiro na boca só ouvindo seus gemidos!"Para quem ainda não leu meu outro conto “Comi a Mulher do Meu Amigo”, sugiro que leia antes, pois esse é uma continuação. Bem casados, já com filhos criados e estudando em boas universidades, tem posses, inclusive uma que é a paixão deles e o prazer de todos que por lá aparecem: uma casa de campo à beira de um grande lago. Me olhava com uma cara de quem estava adorando e que queria me matar a bucetadas, e eu dava tapas na bunda branquinha dela e a xingava de vadia e minha putinha gaúcha. "Nessa hora eu estava arrumando a cama e nem ouvi barulho na porta, quando eu senti a presença de alguém atrás de mim, eu me assustei e me levantei rapidamente, quando eu olhei para trás, dei de cara com meu sogro, que estava sorrindo e segurando o pau por cima da calça, acho que já fazia algum tempo, que ele estava ali me observando, fiquei com uma tremenda vergonha, pedi lhe desculpa por estar seminua e caminhei em direção á porta, para me esconder e colocar uma roupa descente, meu sogro me segurou pelo braço e falou, você não tem nada que se desculpar, você é linda e tem um corpo perfeito e muito bonito, você tem todo o direito de se mostrar de se exibir, para quem quer que seja. E como ela mesma diz que tipo de marido sou que combino com a esposa da pra outro? Diz que mereço uma punição de corno e ela pega um cinto que ela havia deixado no banheiro e passou a dar lambadas na minha bunda me chamando de corno amado e não vou negar que me excitava apanhar na bundinha pela própria esposa falando coisas certas de corno a mim…– seu corno pensas que eu nunca desconfiei que eu namorasse um futuro corno? Tu nunca me enganaste seu corno manso e ficas admirado ao saber que dei o cuzinho pra outro e tem mais seu corno quando ele meteu o pau eu gritei e olhei pra trás e de vi e tive que rebolar e aguentar tudinho e tudo porque tu querias ser corno e agora teremos um trato e haverá fim de semana que vou ser puta e confessa que já bateu pensando nisso!E me pau deu uma contração quando ela o segurou e sussurrou em meus ouvidos… Se já bateu pensando eu com outro confirmar pra mim e confirmei com a cabeça que já bati e agora ela diz que só depende de mim que ela vai fode com outro e a prendo na cama e é nesse momento com ela presa na cama com meu pau enfiado na boceta dela que ela diz…… Que estou na penúltima fase antes dela ter a certeza que aguento ver ao invés de só saber e que se eu topar chegará o dia que ela vai me dá o meu dia de marido corno manso mais feliz do mundo, pois verei minha mulher ser comida enquanto eu bato uma só assistindo escondidinho do jeito que eu quero e mereço, pois segundo ela é tudo que eu mereço só assistir, bater punheta e me lambuzar no meu pau.

Hoje minha putinha vai virar atriz pornô… vai foder bastante para mim, não vai minha putinha? dizia ele.

Tia Sandrinha se deitou ao nosso lado de barriga pra baixo, colocando um travesseiro na altura de sua buceta de modo que sua bunda, ficasse empinada.

Quando ele notou que o tinha visto ele saiu de trás da árvore e ficou me exibindo seu pau, que não era muito grande mas que estava duríssimo, apontando pro céu. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.