Novinha lambendo buceta da prima virgem

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Novinha lambendo buceta da prima virgem

Novinha lambendo buceta da prima virgem

Foi neste momento que “Diego” me confirmou o que já havia ouvido, mas não acreditava ser verdade, ele era virgem.

Minha prima ouvia sem dar uma palavra, enquanto nossa tia continuou dizendo que estávamos aproveitando em família, experimentando, sem preconceitos ou maldade.

Sai do banheiro pelado e quando ela me viu já levantou e veio me cheirar, parece que já sabia o que ia acontecer, só bati com a mão no sofá e disse vem, ela pulou no sofá e começou a lamber meu pau, enquanto ela lambia eu passava o dedo com cuspe na xana dela, quando já tava no ponto virei a trazeira dela pra mim, fiquei com um pé no chão e outro no sofá, dava a altura certinha, dei um cuspida no cabeçudo esfreguei e encaixei na entrada da buceta; Quando ela sentiu o calor do pau na buceta, chegou a empinar a bunda e empurrar o corpo pra tras de encontro ao pau , que foi entrando bem devagar, botei até a metade e fiquei num vai e vem gostoso , sentindo o calor e as contrações que aquela buceta fazia no meu pau, tirava quase tudo e botava denovo, e ela ficava paradinha de boca aberta com a lingua de fora, e cabeça virada pro lado olhando pra pra mim como quem diz, mete, mete ai que eu to gostando. Ao chegar em seu umbigo, com a lingua, o rodeei e depois enfiei-a dentro dele, o que a fez suspirar, mas quando a olhei ela voltou a fazer a mesma cara feia de sempre! Minha xota ja estava encharcada de tanto tesao! Abri-lhe o zyper da calca jeans e de leve passei o dedo indicador pela calcinha so para certificar-me de que estava molhadinha! Estava, e desta vez ela gemeu, um gemido baixo e reprimido, nao a olhei, para nao fazer ela fechar a cara novamente! Abaixei a sua calca, beijei-a de leve ainda em cima da calcinha, fiz a minha gatinha se contorcer toda! Tirei a sua calciha, nunca a olha-la pra nao constrange-la! Olhei sua xotinha, vi seus pequenos labios ja inchados de tesao! Fiz que ia chupa-la, mas nao, desci ate a sua canela e vim subindo, sempre beijando e lambendo! Acariciei-a com a minha lingua atras de seus joelhos, sabia por experiencia propria ser muito sencivel aquela regiao! Mais uma vez a minha gatinha se contorceu! Desta vez a olhei, ela nem percebeu pois estava de olhos fechados se deliciando! Vim subindo por suas cochas e olhei novamente sua xota, seu clitoris ja estava roxo, anseava pelo meu toque, porem para provoca-la perguntei: “vc quer que pare?” “Claro!”- ela disse “Entao conte alto ate 20, se vc me mandar parar, ao final da contagem, eu pararei!” “Esta bem!”- disse ela ja comecando a contagem. Me jogou na cama e subiu em cima de mim, me dizendo que eu era a novinha safada dele e que ele queria me dar a melhor foda que ele aguentasse.