Na vontade de uma buceta

57 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

visualizações

57 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

Na vontade de uma buceta

Na vontade de uma buceta

Em seguida ela estava deitou sobre o corpo dele , esfregando sua bucetinha quente no pau dele, esfregava todo seu corpo no dele e trocavam muitos beijos.

u escuto um grito e olhei pela janela e minha esposa dava o cu e quase ela me ver e fiquei de pau duro… Minha esposa é considerada uma esposa de respeito e isso me deixava com extrema vontade em ser corno e na cama eu falava que adoraria a ver usar um vestido e me deixar ver escorrer esperma de sua boceta e ao falar eu não resistia às palavras e gozava como um corno pensando na esposa com outro. Ela amoleceu e aproveitei pra lamber a buceta dela e o cuzinho também, ela se arrepiou toda e disse que tinha dado o cú poucas vezes mas não estava nem ai, falou “ hoje meu marido vai ser corno por completo! Vou voltar pra casa até com o cú esfolado” eu não perdi tempo, pedi pra ela dar uma chupada na minha rola e lubrifiquei bem o cuzinho dela e fui colocando bem devagar, ela nem reclamou, começou a gritar de tesão e falou que eu podia socar até o talo no rabo dela e eu meti com gosto, depois ela pediu pra vir por cima e foi sentando no meu pau até sumir tudo no rabo dela, ela ficou rebolando e começou a gritar que estava gozando… eu não aguentei e gozei no cuzinho dela. Ela não se importou de ser chamada assim,sorriu e fomos os 3 para o quarto,meu coração estava acelerado,estava ancioso pois nunca tinha transado com uma mina e outro cara,estava um pouco tranquilo porque o outro cara,no caso,era meu amigo há anos.

Em geral apenas transavam nos quartos abertos, com outras pessoas olhando, mas em casa sempre fantasiavam que havia mais alguém com eles, na cama.

Sorrimos e começamos a nos entrosar com nossas putarias. Mas como? Com o pai ali era impossível!Para não dar pistas, ficaram conversando em voz alta sobre assuntos banais, viagens, essas coisas.