Gozando Na Boquinha Da Camila Safada

2 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , ,

Gozando Na Boquinha Da Camila Safada

Gozando Na Boquinha Da Camila Safada

Eu queria comer ele, mas não podia… Dominado pelo tesão, enfiei minha mão dentro da cueca dele e apalpei sua bunda. Sentia que ia engasgar, passando a lingua no saco de Mauro sentia ele gozando pouco a pouco. Garantimos a ela que, de nossa parte, nunca a esqueceríamos, e iríamos trocar endereços para escrevermos para ela. Naquele dia ela colocou o fio dental branco e fomos para praia tomar sol, lembro que o porteiro um senhor não tirava os olhos da bunda dela e ela safada andava rebolando aquela bunda gostosa para todos os homens ficarem olhando. "Aquilo que vou relatar aconteceu realmente, como tal, não vou dramatizar ou inventar momentos.

CONTINUEI, ELA N PARAVA DE GEMER, FUI POR CIMA DELA BAIJEI AQUELA BOQUINHA DE VELUDO, E COTINUEI BOMBANDO E EM SEGUIDA ELA GOZOU NOVAMENTE, N PENSEI DUAS VEZES DESCI E CAI DE BOCA, HUMMMMM SÓ DE PENSAR ME DA ÁGUA NA BOCA. Fui direto pro quarto da Camila, que ficava perto do meu,Já estava deitada de camisola e luz acesa, esperando para ver o que iria acontecer,“Achei mesmo que viria, minha bucetinha ainda esta melada esperando”Na hora já coloquei ela d4 e comecei a chupar aquela buceta gostoso, ela gemendo baixinho pra ninguém notar, logo enfiei dois dedos no cuzinho dela pra aumentar o tesão, foram alguns minutos naquela brincadeira,,, até colocar ela deitada na cama , chupar os peitos dela, beijar o pescoço e chegar até os ouvidos.

Depois de gozar eles se deitaram e ele foi fazer um boquete nela, ele abriu bem as pernas dela pra ver a buceta, e meteu a língua a chupar. Quando eles chegaram e bateram na porta, eu gritei que ela estava aberta e eu estava no quintal, era para eles irem lá.

Mas os prédios onde eles ficavam eram longe um do outro e, assim, eles só se encontravam na ida, porque iam ou com a mãe dela ou com o pai dele (eles revezavam semanalmente para economizar gasolina), ou às tardes, quando não havia leituras a fazer, trabalhos a executar.