Gostosona Transando Com O Sortudo

Gostosona Transando Com O Sortudo

Gostosona Transando Com O Sortudo

Imagina, eles não gostam de sexo anal!– Não fique triste, sabe que eu gosto e vou fazer o que eles não fizeram! Vem cá, minha gostosona!"Fomos um dia mais cedo do que todos para poder aproveitar a casa livre, na estrada quase chegando à cidadezinha decidi começar a beber e depois de algumas doses já estava tarada, sem querer esperar comecei ali mesmo, com ele dirigindo, fui acariciando seu pau por cima da roupa e ele rapidinho já foi abrindo a bermuda e colocou aquele cacete delicioso para fora, cai de boca e senti crescendo aos pouco, em segundos aquele pau enorme e duro já estava na minha garganta, a cada chupada minha ele ate perdia o controle do carro, em pouco tempo já estava sentindo aquele jato quente e delicioso enchendo a minha boca, engoli aquela porra deliciosa e deixei o cacete dele limpinho. ""tudo começa quando pegamos um dia de clube, bebemos um pouco ela mari 1,67 1,15 de bunda morena cabelo lisoroupas sempre curtas, depois de tomar um banho de piscina fomos ao vestiário tomar uma ducha, ela no femininoeu no masculino, depois de lavar o corpo todo fiquei esperando por ela que estava demorandofui ao vestiario chamei ninguem respondeu, entao depois de uns 5 minutos ela disse estou saindo, entao fuiesperar na mesa, e nada voltei ao banheiro ela nao estava respondendo, tomei a coragem de entrar ja que nao haviamuitas pessoas no chuveiro, fui abrindo as portas para ver aonde ela estava, entao vi um box que estavacom o chao de borracha preto ate branco de goza de macho, todo esporrado no chao, logo imaginei que ela pudesseestar transando com alguem, passei a mao na goza,ouvi a voz dela na porta do banheiro entao fui olhar ela estava despedindode um amigo, esperei para que pudesse ouvir mais ela foi em direcao a saida, entao fui atraz dela e chamei, quando ela veio puxei elaenfiei o dedo cheio de gozo no cuzinho dela, a gostosa estava com o cuzinho todo lasciado, levou a propia goza da transa dentro do cusinhosem saber, ao chegar em casa eu disse que havia enfiado um gozo de outro macho no cuzinho dela, a xota dela escorria de tanto tesao quando falava nisso. Nas tardes, enquanto o marido trabalhava, ela dava…"Ai ai ai penso… Que delicia se eu pudesse fazer isso!Bom, cai de boca… mamei devagar no começo, só a cabecinha e punhetava ele ao mesmo tempo… ele em pé e eu ajoelhado…-Que sortudo esse meu cunhado…Casado com uma gostosa como você?Qualquer homem estaria nos céus…– Delicia.