Funk Pelada-bombeirinha Gostosa Dançando Funk Pelada

54 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

visualizações

54 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Funk Pelada-bombeirinha Gostosa Dançando Funk Pelada

Funk Pelada-bombeirinha Gostosa Dançando Funk Pelada

Então ele me pegou de quatro e foi me comendo senti suas bolas bateram em minha bucetinha a cada estocada que ele dava então ele sussurrou agora vou comer seu cuzinho ele me lubrificou eu estava com medo e com muito tesão querendo sentir todinho aquele pau enorme dentro de mim, então ele colocou a cabeça devagar eu senti um pouco de dor mas que queria era uma dor suportável e gostosa pois ele sabia o que tava fazendo até que todo o seu pau entrou eu gritei e senti todo seu pau no meu cuzinho virgem então depois ele começou a me fuder gostoso até que ele percebeu que eu estava gozando ele jorrou toda aquela porra no meu cuzinho e me beijou fui despertada pelo som do meu despertador e acordei toda molhadinha e precisei de um longo banho ai como eu desejo que esse meu sonho se realize… Até o próximo conto. O Pedro era parecido comigo, olhos verdes, e cabelo loiro, mas bastante magro, apesar de ter um corpo legal, ele era absolutamente tímido, não conversava com ninguém e apenas comigo e nosso irmão mais novo, e nossos pais, mas mesmo assim, era pouco, ele era bonito, e só não arrumava namorada por sua timidez, e ele era muito nerd, daqueles que só ficam no pc e provavelmente nunca tinha visto mulher pelada, nem no pc, e eu tinha quase certeza que ele nunca tinha se masturbado e nunca tinha gozado, e é por aí que a história começa. Certa hora, começou a tocar um sertanejo e puxei minha irmã novamente para dançar, meus primos começaram junto e o casal de amigos também , minha irmã havia bebido um pouco demais e nós dançando, batendo coxas e tudo em uma rodada, não sei o que passou na cabeça de minha irmã, ela tirou suas mãos de mim, colocou no meu rosto e me deu um beijo na boca, um selinho um pouco mais demorado, mas logo me afastei, olhei para meus primos, mas eles estavam dando risada e dançando, nem nos viram, falei para minha irmã logo em seguida:– Não podemos, nossos primos estão aqui.