Cavala Sentando Com O Cu Ouvindo Funk

visualizações

56 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Cavala Sentando Com O Cu Ouvindo Funk

Cavala Sentando Com O Cu Ouvindo Funk

Então a abracei por trás, agradeci a visão que ela me proporcionara, e fui tirando o sutiã e pegando nos peitinhos e só ouvindo a respiração dela ficar mais ofegante. "Tirei a calcinha devagar, alisando as pernas, beijando, tirando os sapatos dela e pressionando os pés dela contra o meu rosto.

9 horas da noite avisto uma gata com algumas amigas bebendo num lugar top da cidade, me ve e manda um zap pra chegar lá, continuei na banda, passei de novo me chamou, parei…entraram ela ( roberta ) nome ficticio e mais 2, andanos demos risadas, cantamos e tocamos o terror assim dizendo, 11h30 da noite as duas quiseram ficar onde estavam e as deixei la, a roberta estava com uma mini saia branca, calcinha desenhada na bunda, bem atoladinha, separado bem seu rabo gostoso,coxa grossa e torneada, cabelo preto e longo, ela topa qualquer coisa, e por isso tem minha atenção, siliconada, mulher cavala, tattoada, uma makina de tranzar, emfim, falei pra ela chegarmos na minha casa ou parar em beber, topou na hora, paramos beber conversa vai conversa vem, aquele decote tava me matando, vontade de tirar o pau pra fora e encher aqueles peitos de leite, começamos a falar muita putaria, bar fechando, fomos dar mais uma volta, convidei para ir pra minha casa, topou pq sabia q a putaria ia começar, porém quis passar na sua casa pegar umas ropas pra passar a noite.

Ele deveria estar se vestindo, iria sair e dar de cara comigo na porta. Ela foi a loucura, pedia cada vez mais para que a fodesse.

Depois disso fui pra casa d um amigo.

Nessa hora acho que ela não aguentou, e fez um suspiro longo.

Acabei dormindo de tanto esperar-Rodrigo… Acorda. Nesse momento lembrei do que Mauro disse antes de desligar o tel mais cedo (Divirta-se amor, vc merece) nesse momento resolvi me entregar de vez e realmente me divertir… Ainda de costas eu retirei seu sinto, abre sua calça e finalmente pude sentir em minhas mãos seu mastro quente e vibrante, punhetei ele um pouco e não resisti mais… Me virei de frente já me abaixando, fiquei de joelhos de costas pra parede segurando aquela pica linda na minha frente, passei alguns segundos só olhando, cm se não tivesse acreditando que meu sonho estava sendo finalmente realizado, dei um beijo bem molhado na cabeça e bati com aquela tora no meu rosto fazendo carinha de puta, ele apenas me olhava, parecia que tava na cara que o maior beneficiado nisso td era eu, e não ele cm geralmente acontece entre uma prostituta e seu cliente. Entramos, eu baixei as calças e sentei em uma cadeira e João fez o mesmo sentando em outra cadeira.