Casada Liberada Pelo Esposo[1]

visualizações

63 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Casada Liberada Pelo Esposo[1]

Casada Liberada Pelo Esposo[1]

"Quando se tem um mulher nova, bonita e bem feita, sabe-se que mulher vai sempre cobiçada.

A xaninha bem raspadinha e carnuda merecia e pedia uma lingua atrevida…Quando a ví totalmente pelada em minha frente mesmo sem ser religioso quase me ajoelhei e agradeci aos céus. Eu morena 32 anos 1:78 mt cabelos longos ondulados coxas grossas e uma bela bunda seios médios dona de casa e liberada pelo meu corno esse que tem 1:85 branco 39 anos porte médio gostoso e tem um pau de 17cm que prá mim está ótimo e casados a 9 anos e temos uma filha.

” Ela seagarrou em meu caralho e logo engoliu todo. Depois de certo tempo já estava meio tonta e conversa vai conversa vem começamos a falar do casamento e ai comecei a contar tudo para eles inclusive dos vídeos pornô, tentando ver o q eles achavam, e comecei a perceber que eles se excitaram pois os dois ficaram de pau duro no shorts como pude observar, mais o q me chamou atenção foi o amigo do meu primo o Júlio, rapaz alto e forte moreno claro, deveria ter mais de 1,80 m e percebi que o volume no seu short era grande, aquilo me deixou muito excitada mesmo, senti que estava ficando molhada, pensei o que estou fazendo vou levantar um pouco e ir ao banheiro, quando me levantei pude perceber nitidamente que os dois olharam descaradamente para minha bunda grande e arrebitada, aquilo me deu uma coisa por dentro q nunca tinha sentido continue andando mais percebi que fiquei mais tonta ainda e pensei quer saber o corno não quer e isso mesmo, vou provocar só apara ver no que vai dar.

Não iria se abster de nada. -Aaah como é bom, nada melhor que um dia após o outro.

Sou casada,tenho 21 anos e meu marido,23. Hoje, posso dizer que nenhum tinha mais do que 12 centímetros.

O rapaz tagarela, que agora sabia o seu nome que era Rodrigo, entrou no carro e saiu. O que vi me deixou louco.

– Vamos parar um pouco pra você se preparar para mim.

Depois de umas duas conversas na academia, ela perguntou se poderia ir ao meu apartamento, porque na casa dela tinha uma empregada que fatalmente iria dedurá-la para o marido.