Camilinha Sentando No Pau Grosso

visualizações

16 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Camilinha Sentando No Pau Grosso

Camilinha Sentando No Pau Grosso

Tudo era rosa hoje! Só a cabeça do meu pau que estava ficando roxa, caralho, ela chupava com força mesmo.

Mas, quando dois dias depois, passei no quarto e a vi na mesma posição, na janela, vi que ia acontecer de novo.

Milena entrou porque queria me ter. É assim foram várias de nossasfodas aguardando o tão sonhado dia que aconteceu em uma festado carnaval com amigas dela antigos e saíram para comprar cerveja , nesse tempo as garotas acabaram apresentando vários homens a ela , mas um foi “amor à primeira vistA” combinaram de se encontrar no quiosque onde estávamos aguardando a cerveja e quando ele chegou ela não pode disfarçar e foi logo conversar com ele , estava um pouco bebida e não teve medo em chamar ele pra longe da turma para conversaremmelhor, depois descobri que ela havia dado para ele atrás de um carro e sem camisinhaEntão virei ela di costas e ela mesmo ajoelhou na cama meio desajeitada no meio da camaTirei a blusa,ficando apenas com o sutiã e as meias. Recomposto da surpresa, entrei na brincadeira e disse: “É, parece que festa vai ser bem divertida mesmo”.

ELA VOLTOU DO BANHO JÁ COM OUTRA ROUPA SHOTINHO E CAMIZETA E FOI ASSISTIR TV, EU TAMBEM FUI PARA O BANHEIRO, TOMEI UMA DUCHA E VOLTEI PRA CAMA, QUANDO FUI MEITAR FOI QUE VI A RODA DE PORRA, UM ENORME CIRCULO DE LIQUIDO GROSSO, NÃO MUDEI NADA DEIXEI PARA MOSTRA A SARINHA QUANDO ESTA CHEGASSE. Num sábado à noite, estávamos todos em casa e minhas irmãs já haviam dormido.

Ela entao começou implorar por minha pica, e como era seu novo macho, comecei a comê-la como uma puta merece, enrabei –a de todo que jeito e posições, Lúcia já sabia que estava toda fudida, pois suas pernas tremiam como vara verde, num destes meios atos, eu virei Lucia de bruços, e encaixei minha pica na sua bunda (objeto de desejo de muitos colegas meus que a conhecia) e Lucia falou que apesar dos seus 36 anos nunca tinha dado o seu rabo, mais como ela estava sem força e já acumulava uma gozada em sua boca (coisa que ela disse nunca ter acontecido tbm) ela não ofereceu resistência e aceitou a ser enrabada, foi isso que eu fiz, comi todo aquele rabo, lisinho, e em cada enrabada o meu pau deixava sua presença. Assim, quando ele deixou insinuado que poderia dar o emprego para o pai dela, mas gostaria de uma compensação dela, ela não se sentiu violentada nem insultada. Nas casas deles era impossível, porque ambos tinham irmãos e irmãs, e nunca conseguiram ficar a sós.

e ela sentou no colo sentando o rabão e sentindo o pau dele duro.