Brincando com a Buceta Deliciosa

Brincando com a Buceta Deliciosa

Brincando com a Buceta Deliciosa

– Tem perigo de sua irmã chegar, não?– Acho que não, e se ela chegar não vai ligar… já vi ela com o namorado aqui na maior ferveção…Ele se ajoelhou e levou a calcinha dela para o lado e ficou olhando.

Entreguei o cartão que abre a porta do quarto pra ele,como sempre faço e saí pra balada.

– “Imagine… Hoje sou o mais feliz dos mortais… Aliás, se vocês me derem 15 minutos eu dou mais leitinho para vocês continuarem brincando. O levei até a minha casa para deixar as malas e tomar um banho e logo após fomos ao bar e lá nós acabamos exagerando na bebida, mas como sou mais fraco que ele acabei ficando zonzo rapidamente.

Era como ambos estivéssemos em chamas.

– Vai agora eu quero todo mundo me fudendo de verdade, porque sou puta ou não sou. Ele afastou a as pernas que estavam juntas e pegou a rola pra botar na entrada da buceta. Um tempo depois próximo ao casamento dele ele me convidou pra despedida de solteiro dele. Não comera Patrícia, era verdade, mas a situação avançara tanto que ele tinha absoluta certeza que isso era só uma questão de tempo e oportunidade.

-Karen, n vai ficar?-ele perguntou-Desculpa Vini, n vou poder, vcs se viram ai né?Ótimo, já pensei, vou ficar sozinha em casa com ele. O tio não aguentou mais nada.

Mostrei-lhe o frasco e sugeri que não convinha usar sobre a roupa. Eu fui em direção a ele, mas ele não se abaixou, cheguei a ficar nas pontas dos pés, mas não alcancei sua boca, ele riu.

Minhas pernas estão moles… – sua voz falhou e ela riu – Deus do céu…– Satisfeita? – perguntei, evitando aquela questão babaca que por incrível que pareça, muitos ainda fazem depois de trepar. Foi a vez dele ir ao banheiro e aproveitamos para conversar , rir um pouco e acertar que viveríamos essa aventura. ,// O jogo começou na base da brincadeira, com todos dando risadas e nós encoxadas, não perdia uma oportunidade para encostar nas deliciosas bundas da G.