Boquete Da Safadinha De Porto Alegre

6 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

6 min

Categoria:

Tag: , ,

Boquete Da Safadinha De Porto Alegre

Boquete Da Safadinha De Porto Alegre

Ele viu que eu ainda estava de pau duro e me pagou um boquete, melhor do que os das garotas que eu já tinha ficado, até eu gozar na boca dele. Ele pareceu ler meu pensamento ou ele pode ter visto minha cara de intediado me disse:– É importante nos conhecemos bem, assim se nós tivermos um bom relacionamento vai ser mais fácil você aprender, e ainda eu posso dizer qual é a sua difigualdade, para que você assim prosseguir sem precisar de ajuda.

rnJá fazia quase uma hora que estava ali me bronzeando quando escutei a voz do meu futuro sogro todo alegre chegando de viagem e quando me viu deitada de bruços na esteira ao lado da piscina disse:rn-oieee…precisei chegar perto pra ver que era minha querida nora Leila…de longe pensei que tinha uma morena deitada aqui com a bunda toda de fora. Ele não só não se importou em esperar como também se pôs a me ajudar. Ao deitar na cama fiquei imaginando as duas fazendo milhares de safadezas e comecei a bater uma gostosa punheta.

Mas eu desejava aquilo desde o momento que o vi ao sair do banho;Aqui estou de volta!Estou aqui toda para vc negão faça tudo que vc quiser é segurou meu pau fez umas carícias e falou: agora vc vai sentir novamente minha boca nesse pau grosso e gostoso sendo engolido porque vc falou muitas vezes que sentia eu te chupando até vc gozar e vai sentir isso na realidade agora negão safado, nem terminou de falar bocanhou minha cabeça, passava a língua e eu olhando novamente vendo sua língua muito sacana e começou a fazer novamente uma chupetinha muito safadinha e começou a lamber todo meu pai com muito tesão , parecia que queria sugar ele todo para vc, que chupada gostosa vc me dá safadinha, me ajeitei deixando meu pau na sua boca e comecei um sessenta nove, lambia sua becetinha gostosa, culpava e ia com minha língua até seu secretinho e ficamos ali como dois selvagens chupado doidamente um ao outro.